Quanto custa um bom violino?

Postado em Updated on

Quando se tem em mente comprar um violino a primeira questão que levantamos é: quanto vai custar? O violino é certamente o instrumento musical com a maior flexibilidade de preços, que pode variar de R$ 200,00 a exorbitantes milhões (No caso dos legítimos Stradivarius). Portanto devemos estar atentos à alguns aspectos antes de adquiri-lo;

“Quanto posso gastar?” 200, 500, 1000 reais? Mais do que isso? Tem violinos para todos os gostos e bolsos. Com o passar dos séculos e a chegada de novas tecnologias, a fabricação do violino foi em muito simplificada, o serviço que antigamente um luthier levava em média algumas semanas para finalizar, hoje é feito em horas nas grandes fabricas. Porém o que se ganha em tempo perde-se em qualidade e é a isso que devemos estar atentos, portanto vamos separá-los por faixa de preço:

“De R$ 200,00 a R$ 400,00″. Estes sãos os chamados violinos “para estudo” o que é uma afronta, pois essa categoria nunca existiu, isso é apenas uma jogada de marketing que os fabricantes usam para vender instrumentos de qualidade ruim. Então se você ver um violino anunciado como “para estudo” fique atento, pois o mesmo foi feito com madeira fabricada, verniz sintético e montado às pressas para que a fábrica pudesse cumprir sua cota.

Seus acessórios também são de qualidade inferior e isso reflete no som que sai gritante e muito irritante. É possível melhorar um pouco a sonoridade desses instrumentos substituindo alguns acessórios como: o jogos de cordas, estandarte e até mesmo o arco por outros de qualidade melhor.

Também recomenda-se levar o instrumento à um luthier, para que o mesmo possa ajustar um novo cavalete e colocar a alma no ponto certo, pois graças a pressa e a falta de conhecimento de quem o montou, provavelmente virá colocada de maneira errada.

Exemplos de marcas de violino nessa faixa de preço: Parrot 6999, Michael VNM 40 e Eagle V441.

“De R$ 500,00 a 1000,00″. Continuamos nos violinos de fábrica, porém instrumentos nessa faixa de preço são feitos com madeira de verdade e em alguns casos o verniz é orgânico, o que melhora em muito a qualidade do som quando comparado aos de menor preço. A boa sonoridade pode ainda ser melhorada se feitos os ajustes básicos necessários em qualquer violino de fábrica.

O problema é que o fato de serem feitos em escala comercial, também prejudica sua qualidade final e um violino que poderia ser de nível profissional acaba sendo um “médio”, pois não foi feito com a delicadeza e maestria de um luthier, mas sim por pessoas que seguem um “mapa” de montagem, o que causa danos irreparáveis no instrumento.

Exemplos de marcas de violino nessa faixa de preço: Roma Romanini, Eagle VK644, Nhureson Alegretto.

“De R$ 2000,00 a R$ 6000,00.
Vamos falar agora de instrumentos de luthiers. O ideal seria que qualquer violinista, independente de ser profissional ou aprendiz pudesse tocar em um violino feito por um mestre, porém isso foge muito da nossa realidade e recorremos então às opções mais em conta.

Quando um luthier fabrica um violino, ele toma todos os cuidados necessários para que o resultado final seja um instrumento de boa aparência estética e de boa sonoridade, tendo carinho e zelo ma fabricação, desde a escolha da medeira, que na maioria das vezes é alemã, chinesa ou italiana, até a envernização. A colagem das peças, espessura da medeira, detalhes dos desenhos e outras etapas também são feitas minunciosamente e o resultado é um instrumento impecável. Se você preferir, pode pedir para que o luthier reproduza um violino antigo.

O fato de um violino ser feito por um luthier não é garantia de um bom produto. Deve-se escolher um profissional de procedência e com boas recomendações, procure saber se o mesmo tem um site e o que seus clientes dizem a respeito do seu trabalho.

“Preços indefinidos”.
Existem ainda os violinos remanescentes, de décadas ou séculos atrás, que geralmente são cópias dos famosos Amati, Stradivari ou Guarnieri, estes tem a madeira “tratada” pelo tempo e foram feito em uma época em que se priorizava acima de tudo a qualidade, podem variar muito o seu valor, dependendo do estado de conservação e valor sentimental que o seu dono tem por ele.

O mais provável é que quem possui um instrumento desse, não o venda por valor algum.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s