Fatores que melhoram o som do seu Violino

Postado em Atualizado em

Detalhes pequenos para muitos, são uma grande coisa quando falamos de violinos.

Verniz, madeira, peso, arco, curvatura interior e exterior dos tampos; todos estes fatores influenciam em muito no desempenho de seu instrumento, sendo com relação a altura do som, a resposta rápida que seu instrumento deve dar, e até mesmo o quão suave será este som, tudo tem ligação com os fatores mencionados acima.

Muitos violinos são fabricados em linha de produção, onde pessoas tem pressa em termina-los, deixando para trás detalhes muito importantes. Estes instrumentos acabam por ter verniz extremamente grosso, e excesso de madeira que irão resultar em um som abafado.

O ideal para um violino é que a caixa acústica, após fechada, atinja um SI na frequência de 440 hertz. Esta nota só será atingida após desbastar os tampos até alcançar um FÁ sustenido à 440 Hertz no fundo e um RÉ sustenido à 440 Hertz no tampo superior, justificando a necessidade da barra harmônica para repor a terça que há entre o RÉ e o FÁ. Lembrando que quando desbastamos o interior dos tampos os tons retrocedem.

Qualquer madeira tem poros, poros estes que devem ser selados para que o som do instrumento não venha escapar por eles, ou então para que o verniz não penetre no mesmo. Usamos então algumas fórmulas que são chamadas de Tapa Poros. Estas fórmulas, como goma ou resina, ainda são pouco eficientes comparadas as utilizadas à 400 ou 500 anos atrás na época de Amati, Stradivari, Guarnieri, Stainer.

O verniz deve ser fino, para não pesar o instrumento nem abafar o som; preparado a óleo, que deixa o violino mais bonito, comparado ao sintético e a álcool.

Índice

Já o arco deve ser de preferência leve, e recomendado fios de crina de cavalo ou nylon. E uma explicação muito importante é sobre a vibração do arco, no qual melhora a altura e resposta de uma nota em particular quando esta fora tocada mais vezes do que qualquer outra durante um longo período de tempo. Temos exemplos também do arco Barroco como abaixo, que são extremamente leves.

bows

Outros fatores importantes são os kits de montagem de seu instrumento, estandarte, queixeira, botão e cravelhas, que devem ser de preferência de ébano, uma madeira que é naturalmente preta.

Alma e cavalete são dois elementos que devem ser combinados e ajustados minuciosamente, para que a transmissão do som seja perfeita. Não é recomendado fazer furos enormes no cavalete, ou então cavaletes de acrílico e/ou qualquer outro material, pois irá deixar o som de seu instrumento altíssimo mas com baixa qualidade, estridente e irritante, completamente fora daquilo que apreciamos em um violino.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s